sábado, 3 de julho de 2010

Faz um ano....

25 de junho de 2009, e o mundo perde o MAIOR artista POP que existiu.

Michael Jackson era um artista completo: cantor, compositor, dancarino e perfomista incrivelmente talentoso.

Uma pena que a vida pessoal nao acompanhou o talento dele, muito pelo contrario... foi muito triste ve-lo se tornando um ser desconfigurado ao passar do tempo (tanto por dentro como por fora), praticamente implorando por ajuda.

Artista que nao teve infancia (pois era de longe o mais talentoso dos Jackons 5 e extremamente explorado pelo pai-monstro) e ja na idade adulta, tentou recuperar esse tempo perdido de maneira catastrofica e melancolia.

Mais triste ainda foi ver a mesma midia que o fez se tornar o Rei do POP, destrona-lo de forma humilhante e, quando Michael morre, ela que o destruiu, o exalta como um DEUS (vai entender...).

Faz um ano que Michael Jackson, nosso Rei do POP, nosso artista mais completo faleceu em Los Angeles (nossa, eu me lembro como eu fiquei chocada nesse dia).

Por ironia do destino, eu estava nesse mesmo dia 25 de junho (um ano depois) em Los Angeles, preparando para embarcar de volta ao Brasil, e, a nostalgia tomou conta de mim, por estar la, naquela mesma cidade que, um ano atras, havia sido palco da triste passagem final de um artista que seguramente vai fazer muita falta.

Coloco um video do clipe da musica Smooth Criminal que nem e muito famosa no Brasil, mas que tem um significado muito importante para mim.
Foi o primeiro clipe que eu vi do Michael Jackson (era pequena ainda) e ali eu ja percebi o artista diferenciado que era e foi a partir desse clipe que meu interesse pela musica comecou e nunca parou.

Espero que o talentoso Michael (que infelizmente tambem era o transtornado Michael) possa estar descansando em paz, coisa que certamente nunca fez em vida.

video

sábado, 5 de junho de 2010

Murphy nem Freud explica...





Você já ouviu falar em Edward Murphy?

Não???

Mas lhe asseguro que da lei dele você com certeza já ouviu falar e muito possivelmente sofreu na própria pele.

"Se algo pode dar errado, dará” ou ainda “ Se algo pode dar errado, dará errado da pior maneira possível, no pior momento possível"( Nossa "amada" Lei de Murphy).

Gente; olha que eu não sou pessimista (muito pelo contrário, tento sempre enxergar o copo "meio cheio"), mas que alguma coisa muuuito sinistra paira sobre certas situações ah isso paira:

Morto de fome em casa, você só tem uma fatia de pão e passa uma deliciosa geléia de morango por cima e... na sua primeira dentada, cai a bendita fatia no chão...

Para que lado vai cair hein?? Nem preciso responder.... L

Você está preso no engarrafamento na hora do rush e percebe que a fila do seu lado está andando (lentamente, claro, mas pelo menos não está parada como a sua) o que você resolve fazer?

OBVIAMENTE, vai dar seta e entrar na fila que está andando e, no exato momento que você muda de fila, a sua antiga fila começa a andar e a sua nova fila fica parada!!!

ARGGGGGGGGGGGGGG; é a Lei de Murphy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Essa agora é clássica: você terminando uma parte importante de um trabalho seu de faculdade ou pior ainda, terminando um relatório /planilha altamente complexo que deve ser entregue urgentemente para o seu chefe e, de repente, falta a luz e você certamente não salvou e perdeu TUDO......

Foi você uma anta por não ter salvado?? (Sim, foi) mas a LEI DE MURPHY claro que tem culpa no cartório.

Você está saindo com muita pressa de casa, em um dia lindo de sol... para que levar guarda-chuva não é mesmo?

Sempre que você pensar em não levar, leve!!!! Pois o tempo com certeza vai fechar e você vai se ferrar (ah claro, vale ressaltar que se você levar o guarda-chuva para se prevenir certamente não vai chover e aquele peso extra que irá carregar vai lhe deixar p da vida... mas fazer o que.... Lei de Murphy é assim mesmo...)

Você precisa pegar um documento seu com a máxima urgência (já perceberam que essa lei aparece geralmente quando temos mais pressa? Claro, para que facilitar se pode complicar? Lei FDP...) e você tem certeza que o documento que tanto precisa está em uma pilha gigantesca com outros tantos documentos...

É claro, que depois de examinar UM POR UM dos documentos, o último que resta será o que você realmente precisa (e não importa por qual ordem você começar a procurar na pilha, se de cima para baixo ou de baixo para a cima... é quase certo que o último documento será o que você quer... não tente bancar o espertinho com a Lei de Murphy... ela com certeza é muito mais que você!)

Mas nem tudo é desgraça e nem tudo essa lei irritante pode contra a gente !!!

A nossa primeira grande vitória em cima da Lei de Murphy foi a nossa concepção e posterior nascimento... Dentre taaaantas combinações entre milhares de espermatozóides com ovulo(s), fomos nós os primeiros a chegar, conseguir e ter o privilégio de desfrutar da VIDA e de toda a maravilha que ela nos proporciona.

Pense nisso quando a Lei de Murphy cruzar o seu caminho: “venci você primeiro sua filha da mãe!!!!”

domingo, 9 de maio de 2010

Mãe é amor


Que dia lindo que está fazendo hoje, domingo, 9 de maio de 2010.
O tempo está limpo (milagre!!!), agradável (nem muito frio e nem quente, do jeitinho que eu gosto) e, para completar, hoje é dia das Mães!!!!

TODAS as mães estão de parabens hoje, mas, vou tomar a liberdade para ser um pouco egoísta hoje e falar SOMENTE DA MINHA MÃE.

Mamãe, você me prova todos os dias o imenso amor que existe da senhora para com o Fernando e eu.
E ele vem de várias formas:

Amor altruísta (certamente o único amor sem pedir nada em troca é de mãe para filho);
Amor protetor (mexe com a "cria" dela para ver a fera que a baixinha vira);
Amor conselheiro (e como seus conselhos me ajudaram e me ajudam!);
Amor companheiro de todas as horas;
Amor amigo (minha melhor amiga, sem dúvidas);
Amor preocupado (quantas vezes perdeu o sono quando ficávamos doentes e depois de grandes, ao sair na noite, dormia somente quando chegávamos em casa);
Amor educador (nem preciso citar que tudo que sou, toda minhas convicções e meu caráter veio de sua educação, de seus exemplos, do modelo de vida que a senhora é);
Amor "puxador de orelha" (nossa mãe, quantas vezes brigamos e sempre a senhora querendo o meu bem, o melhor para mim... a cabeçudinha aqui muitas vezes não entende né? :P);
Amor verdadeiro, amor puro, amor imenso, ou seja, AMOR DE MÃE


FELIZ DIAS DA MÃES MAMÃE!!!!

Tenho muito orgulho de ser sua filha, muito mesmo!!!!

Aproveite seu dia e saiba que pessoa mais sortuda que eu de ter uma mãe como você não há!!

:******

P.S. = Fotinho acima é do dia do meu batizado, minha mãe e eu: inseparáveis para sempre.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

O machismo da lingua









Hoje teve jogo do Barcelona e do Inter de Milao... e por falar em Milao... ah... Italia... nossa como eu gosto da cultura italiana (tanto que fiz italiano).


Olha como o nosso pensamento voa! Por causa desse jogo do Inter, acabei me lembrando de uma aula de italiano que tive ano passado.


Nessa aula, a gente leu um texto onde mostrava que a língua italiana e extremamente machista, tanto é que certas profissões (como médico e arquiteto) somente tem-se em gênero masculino (como por exemplo: dottore é para mulher tambéem, se falar " dottoreza" é visto de maneira pejorativa).


Mas convenhamos, a nossa língua portuguesa tambem é extremamente machista!!! Olha só:


Homem de vida fácil = playboy
Mulher de vida fácil = prostituta


Homem da vida = aventureiro, homem do mundo
Mulher da vida = prostituta


Um homem puto = extremamente bravo com alguma coisa
Uma mulher puta = nem preciso dizer né?


Garanhão = o cara pegador na night, admirado pelos outros caras
Galinha = a garota pegadora na night, visto como uma bela prostituta


Garoto de programa = provavelmente um cara que trabalhe fazendo programas de computação
Garota de programa = prostituta


Homem que faz biscates = faz uns bicos por ai, para ajudar no orçamento
Mulher biscate = protituta


E para finalizar:
heroi = salvador da pátria
heroína = uma droga



:**********************




sábado, 10 de abril de 2010

Agora é a hora e a hora é agora!!!







Acompanhamos lamentavelmente o que ocorreu nessa semana no estado do Rio de Janeiro (e de forma mais severa em Niterói)...

O que me deixa muito triste (além dessa tragédia toda que vitimou mais de 200 pessoas incluindo infelizmente muitas crianças) foi constatar mais uma vez que nós estamos sendo atingidos por essas desgraças de forma cada vez mais forte e mais frequente e a culpa é de nós mesmos, por maltratar tanto o nosso planeta.

É muito fácil meter o pau nos governantes (eu mesma sou extremamente crítica com relação aos nossos políticos, pois para mim já passou faz tempo a hora de reciclar o congresso nacional e tirar essa corja de &*#@¨), porém a culpa desse descaso todo é nossa também!

São toneladas e mais toneladas de lixos jogados em nossos rios, em nossas ruas que, a natureza faz questão de devolver a sociedade cada vez que chove (claro, com os boeiros de nossas cidades todos entalados de tanto lixo, só pode dar enchente mesmo!)

Ao invés de se perder tempo com passeatas contra essa guerra petroquímica entre federação e estados (contanto até com o meio artístico que estavam agitando e muitos com certeza nem faziam ideia do que se referia a passeata... pelo amor...), deveria-se realizar passeatas pedindo para que sejamos mais intolerantes:

Intolerantes à discriminação social, racial e sexual;
Intolerantes a todos os tipos de violência;
Intolerantes ao desmatamento e poluição desenfreadas;
Intolerantes ao descaso dos governantes;
Intolernates à falta de saúde e educação decente e abrangente.


Em nosso caso, infelizmente e sem dúvidas os nossos governantes são a imagem e semelhança do povo.

Queremos ter melhores políticos? Então primeiro precisamos melhorar e muito nossa imagem assim como nossos atos.

Agora é a hora e a hora é agora para revertermos tudo isso... caso contrário, vamos ter cada vez mais tragédias e tristezas.

"Quem semeia vento, colhe tempestade"
:****


domingo, 4 de abril de 2010

Virtudes & Defeitos Animaaaaais
















Em uma das minhas postagens antigas (Sentimentos Coloridos) foi chamada a atenção de como utilizamos as cores para expressar nossos sentimentos (vermelho de raiva, azul de frio, verde de fome...) e durante o feriado, ao caminhar na praia, vi uma frase escrita em um barzinho à beira mar que dizia: "Somos todos animais".

Claro que somos!!! Se bem que nos dias de hoje, sermos chamados de animais soa para mim mais como um elogio, pois os animais ditos irracionais não agridem ao meio ambiente, não matam seus filhos... essas coisas "simples" ...

A gente tem tanto esse "extinto animal" dentro de nós que sem perceber acabamos equiparando defeitos e qualidades a algum animal, e, em muitos casos, a comparação é totalmente injusta! Pobres bichinhos...

Se uma pessoa é linda (o) chamamos de gata (o) (totalmente justa essa, quer animalzinho mais lindinho que um gatinho?);

Já um cara forte falamos que é forte que nem um touro (novamente justa, visto que um touro realmente nos faz pensar em força, em músculos). E se o cara for alto, ele é uma girafa (beleza né? Essa dispensa maiores comentários);

Pessoa suja é uma pessoa porca (essa eu aceito, visto que um porquinho realmente adora uma lama);

E alguém que é extremamente lerda, lenta é então uma tartaruga, ou uma lesma (nem preciso entrar em detalhes que aí a comparação está perfeita);

Se gosta muito de doces então a pessoa é uma formiga (o que fazem com tanta açúcar que carregam hein? Tá louco!);

Já aquele elemento aproveitador, que gosta de sugar dos outros é um legítimo sanguessuga (JUST PERFECT).

Até aí tudo bem, certo? Mas agora é que começam os problemas, ou melhor, os defeitos e as injustiças para com o mundo animal:

Uma pessoa muito espalhafatosa, toda enfeitada, superficial chamamos de perua (o peru é um animal superficial? O que esse pobre coitado fez???);

Por falar em ave, se um goleiro toma um gol totalmente esquisito quer dizer que ele leva um frango (frango costuma ir mal em defesas?);

Cara cafajeste é um cachorro (essa deve ser a maior das injustiças, pois não existe um animal mais leal e companheiro do homem como o cachorro. Me diz então por que comparar um nobre cachorro a um homem sem vergonha??);

Mulher de "vida muito aberta" (vamos chamar assim a promiscuidade haha) é considerada uma galinha (você já viu se uma galinha tem vários galos? Não sou uma profunda conhecedora das aves, mas pelo pouco que sei parece-me que é o galo que tem muitas galinhas.);

E já que falamos em mulher, essas as comparações são as piores possíveis (será preconceito com o sexo frágil que de frágil não tem nada?): Uma mulher que então leva a promiscuidade como sobrenome (nossa, como estou delicada para evitar a palavra puta hehe) é sem dúvida uma vaca ou então uma piranha (a comparação com a piranha eu até entendo: morde, avança... Mas a vaca... poxa vida!!! Uma vaquinha é tão tranquila, fica lá no pasto, andando calmamente, ruminando o tempo todo... pura sacanagem com as mimosas!);

E se o cara é traído ele é um chifrudo (que perseguição com as vacas! Novamente sendo caluniadas!!! Lá no pasto... o tempo todo... a inveja é f.... coitadinhas, quanta maldade!);

Está de mal humor, então está de bode!!! (como o bode é ranzinza....);

Cara peludo à la Tony Ramos é um macaco!!! ( mas tem tantos outros peludos... No final foi o macaco quem pagou o "pato");

Agora um indivíduo grosso, estúpido ele é um cavalo (quer um animal mais charmoso e esbelto que um cavalo? Essa para mim é difícil de engolir!);

Pessoa sem conhecimento, que não entende as coisas é um burro (o burro já fez algum teste de QI?);

Os de caráter pejorativos são horríveis na minha opinião: gente gorda é baleia, elefante, hipopótamo... (Peso no mundo animal não tem importância nenhuma, deveríamos ser assim né? Aceitar e respeitar os outros sem piadinhas infames);

Pessoa traiçoeira é uma cobra (gente, por mais receio que uma cobra possa nos dar, ela somente ataca quando está encurralada, não é nenhum pouco o caso de uma pessoa que adora puxar tapetes);

Cara que tem uma voz horrível e não pára de falar é logo uma gralha (gralhas falam?) E se o indivíduo tem voz fanha é um pato (os patos também falam?);

Se dirige mal é um barbeiro (onde esses insetos tiraram a carteira hein? Realmente devem ser ruins demais!!!);

Se come um pouquinho, come como um passarinho (logicamente falando, os passarinhos SÃO OBRIGADOS a comer pouco! Olha só o tamanho deles!!!);

A situação é inusitada, então deu zebra!! (a zebra é assim tão azarada? É bom eu evitá-las então...);

E os caras pegadores? São todos tigrões, UAUUUU!!!!! (o tigre tem tanta disposição assim? Acho que ele prefere mais é dormir viu...);

E os veadinhos então... bom, quer dizer então que são todos homossexuais????

Gente, fiquei besta agora com tantas comparações (como será que é ser literalmente uma besta?) Melhor parar por aqui para não dar um tilte cerebral.

Agora deixa eu ir para curtir minha páscoa com minha família (por falar em páscoa, coelho não é um mamífero? De onde vem o ovo então???) :)

:*******

sexta-feira, 26 de março de 2010

Bem vindos ao fabuloso mundo do faz de conta!



Estava passando de canal em canal hoje de noite quando acabei por deixar em um programa na Band onde estava ocorrendo uma "mesa redonda" para discutir sobre o julgamento dos Nardoni (aff cada vez que eu escuto falar nesses dois me dá vontade de esganá-los e os jogar pela janela!!!).

O que mais me chamou a atenção foi uma frase de um advogado criminalista (infelizmente não me recordo do nome dele) onde esse diz que está na hora do Brasil parar de ser um país do faz de conta e abrir os olhos para ver o que está acontecendo em nossa sociedade.

Como essa frase condiz com o nosso cotidiano!
Realmente, nós brasileiros estamos vivemos há anos em um país do faz de conta.
E a culpa disso é de TODA a sociedade, de todos nós!

Fazemos de conta que não há miséria;

Fazemos de conta que o problema com a educação, saúde, marginalidade, drogas e violência não é assim tão grave e que o problema é unica e exclusivamente dos governantes;

Fazemos de conta que a nossa constituição federal assim como nosso código penal e leis tributárias são UMA MARAVILHA;

Fazemos de conta que não presenciamos anti-cidadania diariamente;

Fazemos de conta que o voto nem adianta de nada mesmo... pois político no Brasil sempre é corrupto... o que podemos fazer....

Fazemos de conta que não nos preocupamos em voltar para as nossas casas sãos e salvos após mais uma jornada de trabalho ;

Fazemos de conta que somos cegos, surdos e mudos em muitos fatos ocorridos em nossa sociedade;

Fazemos de conta que não está na hora de mudar nosso país...

Amo meu país, amo minha pátria... mas como cansa e desanima viver em um faz de conta...

terça-feira, 16 de março de 2010

Dura verdade ou doce mentira?
















A verdade sempre tem que prevalecer em TODAS as situações!
Isso é bom ou é ruim?

Se a gente não se aprofundar na análise dessa frase certamente iremos dizer que OBVIAMENTE a verdade sempre tem que prevalecer, pois como confiar em alguém que mente?
Impossível confiar, diríamos sem pensar.

E se a verdade deve prevalecer em TODAS as situações, então significa que a verdade SEMPRE tem que ser dita.

E existe alguém que fale (em todas as ocasiões) a verdade incondicionalmente?

Ahhhh, fala a "verdade" pra mim! Você certamente pensou em você mesmo e sabe que é impossível falar tudo o que pensamos (ou julgamos) ser verdade.

Imagina só: chegar no seu ambiente de trabalho e falar TUDO o que pensa para aquele "querido" companheiro mala.

Na escola, chegar no professor e dizer: "então profe, não fiz a tarefa porque estava sem saco, preferi ver televisão e jogar video game e, além do mais, porque que eu preciso saber esta bosta da composição do carbono se eu vou fazer administração?"

Você visitando na maternidade o primeiro filho da sua melhor amiga e quando ela diz "não é lindo o meu filho?" você responde: "pelo amor de Deus, mó cara de joelho! Tomara que se ajeite!"

Ver alguém que julgamos "feio"andando na rua e dizer na cara do infeliz: "putz, mas você é um cara horroroso hein? Tenta ficar mais em casa para não assustar tanto as outras pessoas!".

E tem aquelas coisas que falamos e que não necessariamente gostaríamos de falar (na verdade a gente diz só para ser educado), como quando encontramos um antigo amigo que não víamos a séculos:

- Nossa, você está muito bem! (mesmo a pessoa estando um bagaço)

- Qualquer dia desses aparece lá em casa para a gente botar o papo em dia (pelo amor de Deus... quer mais falsidade que isso? Vai que a pessoa seja sem noção e apareça mesmo e sem avisar... já pensou?)

- Ai que graça que é seu filho!!!! (mesmo sendo um pé no saco de tãaaao pentelho).


E por que então falamos essas mentirinhas ou não falamos tudo o que pensamos?

Para mim essa resposta é muito simples: isso acontece porque precisamos viver em sociedade e de certa forma precisamos tentar conviver da melhor maneira possível com as pessoas e sem magoá-las de forma gratuita.

Então, para viver em harmonia com nossos semelhantes não podemos ser 100% sinceros???
E quando eu falo 100% sincero é inclusive falar TODA a verdade o TEMPO TODO.

Acho que minha resposta se declina para não, não podemos e que gostamos (e muito) de um " me engana que eu gosto" ;)


Bjos (esses totalmente sinceros) a todos :*****





sábado, 6 de fevereiro de 2010

CALOOOR


Peeeeeelo amor de Deus!!!!!
Tah muito quente!
Olho para as árvores e NENHUMA se mexe!!!!
Não tem vento, não está chovendo faz uma semana, não tem condições:
Cidade com alta humidade como a nossa daí fica pior ainda...
Joinville sempre foi um forno no verão, mas esse está demais!!! (e em todo o lugar).

Bom, como o meu cérebro está derretido e eu realmente não estou nem conseguindo e na verdade nem querendo pensar para poupar as poucas energias ainda não sugadas pelo calor, vou colocar umas frases abaixo de "impacto" que aprendi com amigos e com meu irmão:

"Nunca desista de seus sonhos, se você não encontrar na primeira padaria poderá encontrar na segunda".

"Nunca jogue um lápis no chão, ele pode ficar desapontado".

"Tudo passa, até a uva passa".

"Melhor uma pedra na mão do que duas no rim".

"Se for para morrer de batida, que seja de maracujá".

"O gato mia, o cachorro late, a vaca muge e o urso panda".

"Se bater na madeira trouxesse sorte o pica pau não estaria em extinção". (essa é top).


Foi mal gente... mas esse CALOOOOR está f.....
Quero uma piscina!!!!


bjos de longe para vcs (porque está muito quente para contatos hauhauhau) :******

sábado, 30 de janeiro de 2010

Thanks, danke, gracias, grazie, obrigada!!!!!!


Ontem eu fiquei muito triste.... com um nó na garganta que chegava a doer...




Estava vendo no Bom dia Brasil da Globo uma reportagem sobre o Haiti de um carregamento de comida que estava sendo distribuída no país para a população.
A cena é terrível, milhares de pessoas aflitas de tanta fome com os braços levantados para receber os mantimentos.
Uma agitação e desespero que parecia não ter fim!!! Um empurrando o outro, um roubando do outro... simplesmente terrível!!!

O meu pensamento na hora foi de agradecimento.
Sim, de agradecimento por eu ter um lar.
De agradecimento por eu ter uma família com saúde.
De agradecimento por eu ter saúde, amigos, estudo, trabalho.
De agradecimento porque eu não preciso me preocupar se vou ter o que comer no dia seguinte.

A gente vive de uma maneira tão frenética que não paramos para pensar o quão agraciados e abençoados somos e ainda por cima podemos passar a vida inteira sem agradecer a Deus, sem procurar ajudar ao próximo, sem sorrir e dar um simples bom dia para as pessoas, sem tentar ser gentil....

Ainda bem que existem pessoas que contradizem a maioria, pessoas que nos servem de modelo, como o nosso orgulho nacional: Doutora Zilda Arns, que teve uma vida inteira dedicada a tentar fazer a vida dos mais necessitados um pouco melhor e que finalizou sua brilhante trajetória neste munto neste Haiti, simplesmente pregando e fazendo o bem. Um verdadeiro e admirável mártir.

VIVA TODAS AS DOUTORAS ZILDA ARNS QUE EXISTEM NO MUNDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ah, antes que eu me esqueça, neste mesmo dia, na hora do café na minha empresa, tive a"felicidade" de acompanhar pela TV os melhores momentos de tooodas as brigas de comida (e olha que não foram poucas) entre Ana Maria Braga e Xuxa...

Comida disperdiçada por aqui.. gente se matando para ter o que comer por aí....

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Razão com emoção ou emoção com razão?

Nesta última quinta-feira ouvindo rádio de noite em meu carro a caminho de um barzinho onde havia marcado encontro com amigas, minha atenção foi presa quando uma locutora (em tom de brincadeira) comentou que era punk trabalhar com os seus companheiros de rádio: um extremamente racional e o outro extremamente emotivo.



Se a gente começar a pensar na razão e na emoção, vai perceber que uma é totalmente o oposto da outra, porém, para termos um equilíbrio em nossa vida, a gente precisa que ambas caminhem juntas.



Posso estar enganada, mas acredito que seja impossível uma pessoa ser metade emoção e metade razão. Sempre acaba pendendo para um lado: ou é mais "cérebro" ou é mais "coração".

Da mesma maneira que não creio na existência de alguém 100% emocional ou 100% racional (pego eu mesma como exemplo: sou muito emotiva, porém em certas situações aprendi a agir mais com o lado racional, como no trabalho).



Imagina só como o mundo seria surtado se nele tivessem pessoas 100% racionais e 100% emotivas (é difícil até de imaginar isso hein? Pessoas extremamente frias, calculistas e previsíveis assim como dramáticos, depressivos e chorões dominariam o mundo! Aff...)



Nós, humanos, somos diferentes dos animais por vários motivos: somos seres pensantes (se bem que as vezes agimos como amebas ambulantes), temos consciência, sabemos dicernir o bem do mal, o certo do errado (pelo menos na teoria) e também agora percebo outra característica: a nossa capacidade de constante “conflito mental” entre a razão e a emoção em várias situações que nos encontramos, e, para cada uma dessas situações, avaliamos o que deverá prevalecer : se a razão ou se a emoção.



Quer ver só:



Você leva uma fechada no trânsito de um babaca, mentalmente a sua razão conflitará com a sua emoção.

Se fosse para agir emocionalmente ao extremo, você devolveria a fechada ou tentava um homícidio (dá vontade de matar esses FDPs!!!).



Porém, nessa ocasião, sabemos que temos que agir com a razão, pois se matarmos o infeliz irá nos complicar lá na frente: iríamos para a cadeia, perderíamos nosso emprego e muitos amigos, faríamos nossos familiares sofrerem, fora o possível remorso que sentiríamos.



Então, como a grande maioria é “equilibrada”, quase que no automático optamos pela melhor escolha nesse momento: a razão.



Agora, você está apaixonadérrimo por alguém.

A razão vai ficar perturbando: "você não conhece a pessoa direito, pode se arrepender mais na frente, sofrer, se decepcionar, para que arriscar e possivelmente quebrar a cara? A possibilidade disso acontecer é grande!"


A emoção vai dizer: “se joga, melhor se arrepender pelo que fez do que pelo que não fez, nada como se apaixonar, amar... é tão bom....”.


Na grande maioria desse casos, a favorita como escolha é a emoção (senão, jamais teríamos romances, namoros, casamentos, laços sentimentais fortes por nossa família, amigos...)


Não existe razão sem emoção e nem emoção sem razão.

Precisamos desse "conflito" constantemente, pois a vida é feita de escolhas e para cada escolha é necessário " fazer duelar" a razão com a emoção.



Finalizo com uma frase de Fernando Pessoa e desejo a todos um excelente fim de semana:



"Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar."

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Improvável não se divertir!!!


Hoje minha postagem vai ser uma sugestão para se divertirem: Os Barbixas.

Para quem nunca ouviu falar, os Barbixas são um grupo teatral formado por Elídio, Anderson e Daniel; que atuam em um espetáculo muito famoso chamado "Improvável".

Durante esse show, o trio em questão faz vários "jogos" diferentes com temas sugeridos pela plateia e totalmente na hora, ou seja, eles precisam fazer esses "jogos" totalmente na base do improviso, deixando cada jogo único e completamente diferente.

O resultado é maravilhoso, pois vemos atores brilhantes e criativos animando de verdade a plateia através da improvisação total.


Por causa do Improvável, a MTV teve a feliz ideia de colocar na grade em 2009 o "Quinta Categoria", com os barbixas e apresentação do Marcos Mion (programa esse totalmente inspirado na peça teatral e também todo feito na base do improviso).

Como o Mion saiu da MTV e foi para a Record, não sei se continua na programação da MTV esse programa em 2010... uma pena...

Porém, durante as "férias" do CQC na Band, será apresentado um programa chamado "É tudo improviso" - que segue a mesma linha do Improvável e do Quinta Categoria, além de contar também com a participação dos Barbixas.

Passa todas as segundas-feiras as 22:15 e serão exibidos 9 programas (por enquanto, pois se o programa agradar, poderá entrar na grade da Band!! Tomara!!)


Como faltam atores por aí com esse dom de nos fazer rir de forma simples e sem apelação!
O "rir" se torna tão natural ao vê-los que contagia e vicia.

Abaixo estou postando 3 vídeos tirados da peça Improvável para vocês terem uma "amostrinha".
Em cada espetáculo, os barbixas convidam atores diferentes para "ajudá-los" no improviso (tirando definitivamente a mesmice de um show para o outro).





Bjos e não esqueçam de conferí-los na Band!!!




video




video



video

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Isso é uma vergonha!!!

Já faz quase uma semana do ocorrido, porém não tem como deixar passar em branco a “pérola” do Boris Casoy:

“No Jornal da Band do último dia 31, o âncora Boris Casoy passou por uma bela "saia justa". Durante o programa, após as felicitações de Ano Novo de uma dupla de garis, o jornalista não percebeu que o microfone estava aberto e falou o que pensava.
‘Que m****... dois lixeiros desejando felicidades... do alto de suas vassouras... dois lixeiros... o mais baixo da escala do trabalho...’, disse Boris Casoy.
O apresentador, por meio da assessoria de imprensa da Band, reconheceu a ofensa que cometeu contra os garis e prometeu se retratar durante a edição de hoje (1) do programa”


(Fonte Redação Yahoo Brasil)

Que m*** mesmo hein?

Vai ver que no alto da escala do trabalho estejam aqueles que faturam horrores por mês e ao invés de agradecer a Deus pela boa colocação profissional, “agradecem” esnobando, humilhando e ridicularizando os mais pobres.

Vai ver que no alto da escala do trabalho estejam alguns políticos, que estão mais para ladrões de colarinho branco pensando em como aumentar sempre mais as já recheadas contas bancárias do que controlar, governar nosso país e criar leis com o intuito de melhorar cada vez mais as condições do povo, para que pessoas como “lixeiros, o mais baixo da escala do trabalho”, tenham condições verdadeiras de poder crescer na vida.

Vai ver que no alto da escala do trabalho estejam pessoas instruídas como o nobre repórter, mas que possuem ideias pequenas, mesquinhas e ignorantes.

Sem mais nada a dizer, para essa declaração a melhor frase é a que, irônicamente, virou bordão e marca registrada de anos do âncora em questão:

ISSO É UMA VER- GO- NHA!!!

sábado, 2 de janeiro de 2010

Voar

Que maravilha são as férias!!!!

Voltei a Joinville com a bateria carregada para mais um ano que se inicia.



Minhas férias foram divididas prazerosamente entre família e amigos podendo (graças a Deus) realmente descansar (não só o corpo, mas principalmente a mente).



Pude colocar minha leitura em dia, jogar conversa fora, rir, dormir às 6 da manhã e acordar ao meio-dia (nossa como eu gosto de fazer isso!!!), ficar sem fazer nada (como isso é ótimo de vez em quando!), pular as sete ondinhas na virada do ano, ir à praia e pensar na vida ao som do mar... ai ai, como isso é bom!!!



Em uma das minha idas à praia, deitada contemplando o céu limpinho do maravilhoso dia de sol que fazia, pude ter o privilégio de ficar horas olhando-o e deixando meus pensamentos fluirem sem rumo, sem direção...



Lembro-me do instante que vi uma ave tranquilamente plainar sobre esse céu azul e logo que, instantaneamente, minha mente começou a fazer ligação/associação ao voo.



Daí para frente foi uma associação atrás da outra:
Do voo veio a liberdade;
Da liberdade à leveza;
Da leveza à uma pena;
Da pena à fragilidade;
Da fragilidade à vida;
Da vida aos momentos;
Dos momentos às fases;
Das fases à lua;
Da lua ao sol;
Do sol à praia;
Da praia ao verão;
Do verão às férias;
Das férias ao descanso;
Do descanso à calma;
Da calma à paz;
Da paz à harmonia;
Da harmonia à união;
Da união à alegria;
Da alegria à felicidade;
Da felicidade ao amor;
Do amor à ternura;
Da ternura à família;
Da família à estrutura;
Da estrutura ao lar;
Do lar à estabilidade;
Da estabilidade ao trabalho;
Do trabalho à realização;
Da realização ao estudo;
Do estudo ao conhecimento;
Do conhecimento ao mundo;
Do mundo aos lugares;
Dos lugares às viagens;
Das viagens à disponibilidade;
Da disponibilidade ao tempo;
Do tempo às horas;
Das horas aos dias;
Dos dias às semanas;
Das semanas aos meses;
Dos meses aos anos;
Dos anos à renovação e;
Da renovação à 2010!!!



Desejo de coração que o ano de 2010 possa ser 10, 100, 1.000, 100.000 vezes melhor que qualquer outro.

Que a renovação esteja presente em todos os nossos dias (que certamente uns serão mais felizes que outros..).



Um beijão a todos e lhes deixo com uma foto do céu, para vocês voarem cada vez que o admirarem.



O céu pode até ser nosso limite fisicamente falando, mas o pensamento, ah, esse não tem limites...