sábado, 3 de julho de 2010

Faz um ano....

25 de junho de 2009, e o mundo perde o MAIOR artista POP que existiu.

Michael Jackson era um artista completo: cantor, compositor, dancarino e perfomista incrivelmente talentoso.

Uma pena que a vida pessoal nao acompanhou o talento dele, muito pelo contrario... foi muito triste ve-lo se tornando um ser desconfigurado ao passar do tempo (tanto por dentro como por fora), praticamente implorando por ajuda.

Artista que nao teve infancia (pois era de longe o mais talentoso dos Jackons 5 e extremamente explorado pelo pai-monstro) e ja na idade adulta, tentou recuperar esse tempo perdido de maneira catastrofica e melancolia.

Mais triste ainda foi ver a mesma midia que o fez se tornar o Rei do POP, destrona-lo de forma humilhante e, quando Michael morre, ela que o destruiu, o exalta como um DEUS (vai entender...).

Faz um ano que Michael Jackson, nosso Rei do POP, nosso artista mais completo faleceu em Los Angeles (nossa, eu me lembro como eu fiquei chocada nesse dia).

Por ironia do destino, eu estava nesse mesmo dia 25 de junho (um ano depois) em Los Angeles, preparando para embarcar de volta ao Brasil, e, a nostalgia tomou conta de mim, por estar la, naquela mesma cidade que, um ano atras, havia sido palco da triste passagem final de um artista que seguramente vai fazer muita falta.

Coloco um video do clipe da musica Smooth Criminal que nem e muito famosa no Brasil, mas que tem um significado muito importante para mim.
Foi o primeiro clipe que eu vi do Michael Jackson (era pequena ainda) e ali eu ja percebi o artista diferenciado que era e foi a partir desse clipe que meu interesse pela musica comecou e nunca parou.

Espero que o talentoso Michael (que infelizmente tambem era o transtornado Michael) possa estar descansando em paz, coisa que certamente nunca fez em vida.

video

sábado, 5 de junho de 2010

Murphy nem Freud explica...





Você já ouviu falar em Edward Murphy?

Não???

Mas lhe asseguro que da lei dele você com certeza já ouviu falar e muito possivelmente sofreu na própria pele.

"Se algo pode dar errado, dará” ou ainda “ Se algo pode dar errado, dará errado da pior maneira possível, no pior momento possível"( Nossa "amada" Lei de Murphy).

Gente; olha que eu não sou pessimista (muito pelo contrário, tento sempre enxergar o copo "meio cheio"), mas que alguma coisa muuuito sinistra paira sobre certas situações ah isso paira:

Morto de fome em casa, você só tem uma fatia de pão e passa uma deliciosa geléia de morango por cima e... na sua primeira dentada, cai a bendita fatia no chão...

Para que lado vai cair hein?? Nem preciso responder.... L

Você está preso no engarrafamento na hora do rush e percebe que a fila do seu lado está andando (lentamente, claro, mas pelo menos não está parada como a sua) o que você resolve fazer?

OBVIAMENTE, vai dar seta e entrar na fila que está andando e, no exato momento que você muda de fila, a sua antiga fila começa a andar e a sua nova fila fica parada!!!

ARGGGGGGGGGGGGGG; é a Lei de Murphy!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Essa agora é clássica: você terminando uma parte importante de um trabalho seu de faculdade ou pior ainda, terminando um relatório /planilha altamente complexo que deve ser entregue urgentemente para o seu chefe e, de repente, falta a luz e você certamente não salvou e perdeu TUDO......

Foi você uma anta por não ter salvado?? (Sim, foi) mas a LEI DE MURPHY claro que tem culpa no cartório.

Você está saindo com muita pressa de casa, em um dia lindo de sol... para que levar guarda-chuva não é mesmo?

Sempre que você pensar em não levar, leve!!!! Pois o tempo com certeza vai fechar e você vai se ferrar (ah claro, vale ressaltar que se você levar o guarda-chuva para se prevenir certamente não vai chover e aquele peso extra que irá carregar vai lhe deixar p da vida... mas fazer o que.... Lei de Murphy é assim mesmo...)

Você precisa pegar um documento seu com a máxima urgência (já perceberam que essa lei aparece geralmente quando temos mais pressa? Claro, para que facilitar se pode complicar? Lei FDP...) e você tem certeza que o documento que tanto precisa está em uma pilha gigantesca com outros tantos documentos...

É claro, que depois de examinar UM POR UM dos documentos, o último que resta será o que você realmente precisa (e não importa por qual ordem você começar a procurar na pilha, se de cima para baixo ou de baixo para a cima... é quase certo que o último documento será o que você quer... não tente bancar o espertinho com a Lei de Murphy... ela com certeza é muito mais que você!)

Mas nem tudo é desgraça e nem tudo essa lei irritante pode contra a gente !!!

A nossa primeira grande vitória em cima da Lei de Murphy foi a nossa concepção e posterior nascimento... Dentre taaaantas combinações entre milhares de espermatozóides com ovulo(s), fomos nós os primeiros a chegar, conseguir e ter o privilégio de desfrutar da VIDA e de toda a maravilha que ela nos proporciona.

Pense nisso quando a Lei de Murphy cruzar o seu caminho: “venci você primeiro sua filha da mãe!!!!”

domingo, 9 de maio de 2010

Mãe é amor


Que dia lindo que está fazendo hoje, domingo, 9 de maio de 2010.
O tempo está limpo (milagre!!!), agradável (nem muito frio e nem quente, do jeitinho que eu gosto) e, para completar, hoje é dia das Mães!!!!

TODAS as mães estão de parabens hoje, mas, vou tomar a liberdade para ser um pouco egoísta hoje e falar SOMENTE DA MINHA MÃE.

Mamãe, você me prova todos os dias o imenso amor que existe da senhora para com o Fernando e eu.
E ele vem de várias formas:

Amor altruísta (certamente o único amor sem pedir nada em troca é de mãe para filho);
Amor protetor (mexe com a "cria" dela para ver a fera que a baixinha vira);
Amor conselheiro (e como seus conselhos me ajudaram e me ajudam!);
Amor companheiro de todas as horas;
Amor amigo (minha melhor amiga, sem dúvidas);
Amor preocupado (quantas vezes perdeu o sono quando ficávamos doentes e depois de grandes, ao sair na noite, dormia somente quando chegávamos em casa);
Amor educador (nem preciso citar que tudo que sou, toda minhas convicções e meu caráter veio de sua educação, de seus exemplos, do modelo de vida que a senhora é);
Amor "puxador de orelha" (nossa mãe, quantas vezes brigamos e sempre a senhora querendo o meu bem, o melhor para mim... a cabeçudinha aqui muitas vezes não entende né? :P);
Amor verdadeiro, amor puro, amor imenso, ou seja, AMOR DE MÃE


FELIZ DIAS DA MÃES MAMÃE!!!!

Tenho muito orgulho de ser sua filha, muito mesmo!!!!

Aproveite seu dia e saiba que pessoa mais sortuda que eu de ter uma mãe como você não há!!

:******

P.S. = Fotinho acima é do dia do meu batizado, minha mãe e eu: inseparáveis para sempre.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

O machismo da lingua









Hoje teve jogo do Barcelona e do Inter de Milao... e por falar em Milao... ah... Italia... nossa como eu gosto da cultura italiana (tanto que fiz italiano).


Olha como o nosso pensamento voa! Por causa desse jogo do Inter, acabei me lembrando de uma aula de italiano que tive ano passado.


Nessa aula, a gente leu um texto onde mostrava que a língua italiana e extremamente machista, tanto é que certas profissões (como médico e arquiteto) somente tem-se em gênero masculino (como por exemplo: dottore é para mulher tambéem, se falar " dottoreza" é visto de maneira pejorativa).


Mas convenhamos, a nossa língua portuguesa tambem é extremamente machista!!! Olha só:


Homem de vida fácil = playboy
Mulher de vida fácil = prostituta


Homem da vida = aventureiro, homem do mundo
Mulher da vida = prostituta


Um homem puto = extremamente bravo com alguma coisa
Uma mulher puta = nem preciso dizer né?


Garanhão = o cara pegador na night, admirado pelos outros caras
Galinha = a garota pegadora na night, visto como uma bela prostituta


Garoto de programa = provavelmente um cara que trabalhe fazendo programas de computação
Garota de programa = prostituta


Homem que faz biscates = faz uns bicos por ai, para ajudar no orçamento
Mulher biscate = protituta


E para finalizar:
heroi = salvador da pátria
heroína = uma droga



:**********************




sábado, 10 de abril de 2010

Agora é a hora e a hora é agora!!!







Acompanhamos lamentavelmente o que ocorreu nessa semana no estado do Rio de Janeiro (e de forma mais severa em Niterói)...

O que me deixa muito triste (além dessa tragédia toda que vitimou mais de 200 pessoas incluindo infelizmente muitas crianças) foi constatar mais uma vez que nós estamos sendo atingidos por essas desgraças de forma cada vez mais forte e mais frequente e a culpa é de nós mesmos, por maltratar tanto o nosso planeta.

É muito fácil meter o pau nos governantes (eu mesma sou extremamente crítica com relação aos nossos políticos, pois para mim já passou faz tempo a hora de reciclar o congresso nacional e tirar essa corja de &*#@¨), porém a culpa desse descaso todo é nossa também!

São toneladas e mais toneladas de lixos jogados em nossos rios, em nossas ruas que, a natureza faz questão de devolver a sociedade cada vez que chove (claro, com os boeiros de nossas cidades todos entalados de tanto lixo, só pode dar enchente mesmo!)

Ao invés de se perder tempo com passeatas contra essa guerra petroquímica entre federação e estados (contanto até com o meio artístico que estavam agitando e muitos com certeza nem faziam ideia do que se referia a passeata... pelo amor...), deveria-se realizar passeatas pedindo para que sejamos mais intolerantes:

Intolerantes à discriminação social, racial e sexual;
Intolerantes a todos os tipos de violência;
Intolerantes ao desmatamento e poluição desenfreadas;
Intolerantes ao descaso dos governantes;
Intolernates à falta de saúde e educação decente e abrangente.


Em nosso caso, infelizmente e sem dúvidas os nossos governantes são a imagem e semelhança do povo.

Queremos ter melhores políticos? Então primeiro precisamos melhorar e muito nossa imagem assim como nossos atos.

Agora é a hora e a hora é agora para revertermos tudo isso... caso contrário, vamos ter cada vez mais tragédias e tristezas.

"Quem semeia vento, colhe tempestade"
:****


domingo, 4 de abril de 2010

Virtudes & Defeitos Animaaaaais
















Em uma das minhas postagens antigas (Sentimentos Coloridos) foi chamada a atenção de como utilizamos as cores para expressar nossos sentimentos (vermelho de raiva, azul de frio, verde de fome...) e durante o feriado, ao caminhar na praia, vi uma frase escrita em um barzinho à beira mar que dizia: "Somos todos animais".

Claro que somos!!! Se bem que nos dias de hoje, sermos chamados de animais soa para mim mais como um elogio, pois os animais ditos irracionais não agridem ao meio ambiente, não matam seus filhos... essas coisas "simples" ...

A gente tem tanto esse "extinto animal" dentro de nós que sem perceber acabamos equiparando defeitos e qualidades a algum animal, e, em muitos casos, a comparação é totalmente injusta! Pobres bichinhos...

Se uma pessoa é linda (o) chamamos de gata (o) (totalmente justa essa, quer animalzinho mais lindinho que um gatinho?);

Já um cara forte falamos que é forte que nem um touro (novamente justa, visto que um touro realmente nos faz pensar em força, em músculos). E se o cara for alto, ele é uma girafa (beleza né? Essa dispensa maiores comentários);

Pessoa suja é uma pessoa porca (essa eu aceito, visto que um porquinho realmente adora uma lama);

E alguém que é extremamente lerda, lenta é então uma tartaruga, ou uma lesma (nem preciso entrar em detalhes que aí a comparação está perfeita);

Se gosta muito de doces então a pessoa é uma formiga (o que fazem com tanta açúcar que carregam hein? Tá louco!);

Já aquele elemento aproveitador, que gosta de sugar dos outros é um legítimo sanguessuga (JUST PERFECT).

Até aí tudo bem, certo? Mas agora é que começam os problemas, ou melhor, os defeitos e as injustiças para com o mundo animal:

Uma pessoa muito espalhafatosa, toda enfeitada, superficial chamamos de perua (o peru é um animal superficial? O que esse pobre coitado fez???);

Por falar em ave, se um goleiro toma um gol totalmente esquisito quer dizer que ele leva um frango (frango costuma ir mal em defesas?);

Cara cafajeste é um cachorro (essa deve ser a maior das injustiças, pois não existe um animal mais leal e companheiro do homem como o cachorro. Me diz então por que comparar um nobre cachorro a um homem sem vergonha??);

Mulher de "vida muito aberta" (vamos chamar assim a promiscuidade haha) é considerada uma galinha (você já viu se uma galinha tem vários galos? Não sou uma profunda conhecedora das aves, mas pelo pouco que sei parece-me que é o galo que tem muitas galinhas.);

E já que falamos em mulher, essas as comparações são as piores possíveis (será preconceito com o sexo frágil que de frágil não tem nada?): Uma mulher que então leva a promiscuidade como sobrenome (nossa, como estou delicada para evitar a palavra puta hehe) é sem dúvida uma vaca ou então uma piranha (a comparação com a piranha eu até entendo: morde, avança... Mas a vaca... poxa vida!!! Uma vaquinha é tão tranquila, fica lá no pasto, andando calmamente, ruminando o tempo todo... pura sacanagem com as mimosas!);

E se o cara é traído ele é um chifrudo (que perseguição com as vacas! Novamente sendo caluniadas!!! Lá no pasto... o tempo todo... a inveja é f.... coitadinhas, quanta maldade!);

Está de mal humor, então está de bode!!! (como o bode é ranzinza....);

Cara peludo à la Tony Ramos é um macaco!!! ( mas tem tantos outros peludos... No final foi o macaco quem pagou o "pato");

Agora um indivíduo grosso, estúpido ele é um cavalo (quer um animal mais charmoso e esbelto que um cavalo? Essa para mim é difícil de engolir!);

Pessoa sem conhecimento, que não entende as coisas é um burro (o burro já fez algum teste de QI?);

Os de caráter pejorativos são horríveis na minha opinião: gente gorda é baleia, elefante, hipopótamo... (Peso no mundo animal não tem importância nenhuma, deveríamos ser assim né? Aceitar e respeitar os outros sem piadinhas infames);

Pessoa traiçoeira é uma cobra (gente, por mais receio que uma cobra possa nos dar, ela somente ataca quando está encurralada, não é nenhum pouco o caso de uma pessoa que adora puxar tapetes);

Cara que tem uma voz horrível e não pára de falar é logo uma gralha (gralhas falam?) E se o indivíduo tem voz fanha é um pato (os patos também falam?);

Se dirige mal é um barbeiro (onde esses insetos tiraram a carteira hein? Realmente devem ser ruins demais!!!);

Se come um pouquinho, come como um passarinho (logicamente falando, os passarinhos SÃO OBRIGADOS a comer pouco! Olha só o tamanho deles!!!);

A situação é inusitada, então deu zebra!! (a zebra é assim tão azarada? É bom eu evitá-las então...);

E os caras pegadores? São todos tigrões, UAUUUU!!!!! (o tigre tem tanta disposição assim? Acho que ele prefere mais é dormir viu...);

E os veadinhos então... bom, quer dizer então que são todos homossexuais????

Gente, fiquei besta agora com tantas comparações (como será que é ser literalmente uma besta?) Melhor parar por aqui para não dar um tilte cerebral.

Agora deixa eu ir para curtir minha páscoa com minha família (por falar em páscoa, coelho não é um mamífero? De onde vem o ovo então???) :)

:*******

sexta-feira, 26 de março de 2010

Bem vindos ao fabuloso mundo do faz de conta!



Estava passando de canal em canal hoje de noite quando acabei por deixar em um programa na Band onde estava ocorrendo uma "mesa redonda" para discutir sobre o julgamento dos Nardoni (aff cada vez que eu escuto falar nesses dois me dá vontade de esganá-los e os jogar pela janela!!!).

O que mais me chamou a atenção foi uma frase de um advogado criminalista (infelizmente não me recordo do nome dele) onde esse diz que está na hora do Brasil parar de ser um país do faz de conta e abrir os olhos para ver o que está acontecendo em nossa sociedade.

Como essa frase condiz com o nosso cotidiano!
Realmente, nós brasileiros estamos vivemos há anos em um país do faz de conta.
E a culpa disso é de TODA a sociedade, de todos nós!

Fazemos de conta que não há miséria;

Fazemos de conta que o problema com a educação, saúde, marginalidade, drogas e violência não é assim tão grave e que o problema é unica e exclusivamente dos governantes;

Fazemos de conta que a nossa constituição federal assim como nosso código penal e leis tributárias são UMA MARAVILHA;

Fazemos de conta que não presenciamos anti-cidadania diariamente;

Fazemos de conta que o voto nem adianta de nada mesmo... pois político no Brasil sempre é corrupto... o que podemos fazer....

Fazemos de conta que não nos preocupamos em voltar para as nossas casas sãos e salvos após mais uma jornada de trabalho ;

Fazemos de conta que somos cegos, surdos e mudos em muitos fatos ocorridos em nossa sociedade;

Fazemos de conta que não está na hora de mudar nosso país...

Amo meu país, amo minha pátria... mas como cansa e desanima viver em um faz de conta...